Skip to content

A pessoa mais importante do mundo!

04/02/2011

Vou começar este post citando um exemplo que, para mim, é um dos mais claros. Quando você vai procurar um emprego, se é como a maioria das pessoas (e eu às vezes me incluo nela), normalmente, olha para uma vaga e vê se o salário é compatível com o seu desejo, verifica se o horário de trabalho te atende, se tem benefícios, qual a localização da empresa, enfim, olha a descrição básica da vaga. Mas será que você se lembra de olhar o mais importante: o que ela tem a ver com o seu talento? Isso também tem a ver com escolhas mais simples como optar entre peças de roupa em uma loja. Será que a gente pensa meeesmo se a tal peça tem a ver com o nosso estilo? Infelizmente e muitas vezes, não fazemos isso. Fazemos escolhas simplesmente por fazer. Seja por falta de tempo, de interesse ou o pior, por falta de conhecimento sobre quem somos.

Se alguém nos pede para fazermos uma descrição de quem a gente é, geralmente respondemos: ah, meu nome é fulana, tenho XX anos, formei no curso tal e trabalho da empresa Y. Mas me respondam agora, qual dessas informações passadas dizem, realmente, quem a gente é? Acho que nenhuma, né? São apenas um conjunto de dados e referências que vamos acumulando ao longo da vida. Na verdade, somos muito mais que isso. Temos os nossos valores, nossas crenças e nossos sonhos. Somos aquela pessoa que quer ser alguém na vida, mas que, no fundo, no fundo, só cada um de nós sabe quem é esse “alguém” que queremos ser.

É triste, mas a gente passa anos e anos, vivendo, levando uma vida sossegada, escondidos atrás de uma aparência que nem sempre mostra o que a gente é por dentro. Somos namoradas/esposas de alguém, filhas de fulano de tal, funcionárias de uma determinada empresa, mas quem é essa pessoa que interpreta todos esses papéis? Será que sabemos responder prontamente?

Fico boba como tem gente que diz que não gosta de ficar sozinha. Pra mim isso significa não gostar de ficar com ela mesma. Não posso falar muito quanto a isso, pois as minhas características são muito claras: gosto de gente perto, de conversar com todo mundo, da troca de informações, enfim, de relacionamentos. Mas, para mim, é fundamental ter um espaço para ficar só comigo. Tempo de pensar nos meus projetos, em quem eu sou e o que eu quero ser.

Vocês devem estar pensando “poxa, mas esse blog é de moda, beleza, essas coisas!”, mas o que são a moda e a beleza se a gente não se conhecer, não gostar da gente, não tiver autoestima? Moda e produtos de beleza, por exemplo, só funcionam para quem se ama e sabe quem está por trás de tudo isso. Pense nisso! Eu também vou pensar sempre! Se eu não me engano, foi a Fernanda Paes Leme do post anterior que disse a seguinte frase a muito tempo atrás: se a gente está bem, tudo fica bem, até a pele.

Felicidade vem de dentro e não o contrário! 😉

Beijos e um lindo fim de semana para todos nós! Vem com tudo, sexta-feira, sua linda! 😀

Anúncios
14 Comentários leave one →
  1. 04/02/2011 10:48

    Boa Carol… e lendo o seu post, vi que eu também faço tudo isso que você disse… acho que não sabemos nos interpretar! Temos que praticar mais isso para nos conhecermos cada dia mais!!!

    Beijo grande!

    • 04/02/2011 14:56

      Ah é normal,Gabi!
      Acho que todo mundo age assim…=/
      Concordo,é um exercício de auto-conhecimento!
      Bjos!
      – Carol –

  2. Luciane Cavalcante permalink
    04/02/2011 11:06

    ADOREI!

    MENOS FUTILIDADE E MAIS REALIDADE!!

    Bjos!

  3. 04/02/2011 17:42

    Amei!! Arrasou nos dizeres!

    Beijosss

    http://sweetlittletips.com

  4. 04/02/2011 17:43

    Adorei o post,
    sempre penso nisso, o quanto que sou que vivo, mas o tantinho que as pessoas estão interessadas em saber sobre mim.
    Nossa sociedade é assim, acha que saber seu nome, sua idade e sua formação já basta, não estão muito interessadas em saber quem você é realmente;.
    eu amo saber as histórias das pessoas, de onde elas veem, pra onde vão.E adoro contar sobre mim, mas isso acontece mais com amigos né?? infelizmente

    • 05/02/2011 10:20

      Obrigada,Thaila!
      O mais importante é que a gente não perca o
      interesse em nós mesmas!
      Tb adoro ouvir histórias!
      São um aprendizado de vida,né?
      Beijos,flor!
      – Carol –

  5. 04/02/2011 20:16

    Texto lindo =D
    Bom fim de semana!

  6. 05/02/2011 03:44

    Que testo lindo amei.

  7. 05/02/2011 12:14

    Amei o texto…super digno, concordo totalmente, tu acredita que faço está analise, mas pior que só depois do acontecido 😦 , adorei msm viu, bjus

    blog MariaAssanhada
    http://mariaassanhada.wordpress.com

    • 06/02/2011 11:22

      Obrigada,flor!
      Tb tenho vontade de fazer,
      deve ser ótimo para nos ajudar
      no auto-conhecimento.
      Beijos!
      – Carol –

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: